"Que país estamos criando? De que lado da história queremos estar?", questiona Barroso.

#Indultonao

Ministro Barroso relembra que o indulto tem duas finalidades: descongestionar o sistema penitenciário brasileiro e fins humanitários.

“Cada um escolhe o lado da história em que deseja estar. Só não dá para querer estar dos dois lados da história ao mesmo tempo: dizer que é contra a corrupção e estar do lado dos que a praticam”, defende o ministro Luís Roberto Barroso.

Barroso defende que, ao conceder indulto para os que cometeram crimes de corrupção e correlatos, o decreto enfraquece o esforço republicano que sociedade brasileira vem fazendo.

Leia mais:

“todo poder é exercido no interesse público, no interesse popular” diz Barroso

Bolsonaro : Garanto a vocês, se houver indulto para criminosos neste ano, certamente será o último

Se está ruim com Temer, com ele será tragédia ,diz Gleisi sobre Bolsonaro

Deixe uma resposta