Justiça determina o bloqueio de R$ 4 mi de Cabral e R$ 3 mi de Picciani

A Justiça do Rio de Janeiro determinou o bloqueio de R$ 4 milhões de Sergio Cabral  e de R$ 3 milhões Jorge Picciani.

A decisão atendeu a uma ação civil pública do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc) do Ministério Público.

A decisão em caráter liminar foi assinada pela juíza Carolina Rossy Brandão Fonseca.

Foi considerado pela magistrada as investigações da Operação Lava Jato que revelaram “a existência de uma organização criminosa formada no governo estadual fluminense, no período de 2007 a março de 2014, liderada pelo então governador Sérgio Cabral”.

Conforme registra o UOL, essa organização é acusada de ter atuado e desviado dinheiro público em obras do governo fluminense, como a reforma do estádio do Maracanã para sediar a Copa do Mundo de 2014, a construção do Arco Metropolitano e projetos de urbanização em comunidades carentes, conhecidos como “PAC das Favelas”.

Leia Mais:

Mulher que tentou salvar Boechat tem doença grave e precisa de cirurgia no SUS

 

Deixe uma resposta