Bíblia será traduzida em língua de sinais em 16 países

Uma conferência cristã arrecadou quase meio milhão de dólares para investir na tradução do Novo Testamento para a linguagem de sinais.

Durante a Conferência “Passion 2019”, realizada nos Estados Unidos, foram arrecadados cerca de meio milhão de dólares para a campanha de tradução bíblica “Esperança em todas as línguas”.

Com isso, surdos de 16 países finalmente terão o Novo Testamento traduzido na língua de sinais, informa o “Gospel Prime“.

Ao contrário do que muitos pensam a linguagem de sinais não é universal. Cada país possui seu próprio sistema e nenhum deles tem uma tradução completa da Bíblia.

O processo de tradução para linguagem de sinais segue alguns passos.

Depois de passar pela exegese, consulta e revisão das escrituras, as traduções em língua de sinais costumam ser gravadas em vídeo para que os surdos possam assistir, aprender e compartilhar as histórias em suas comunidades.

O YouTube ajudou os ministérios a alcançar os surdos com recursos visuais especializados para a educação das crianças, estudo da Bíblia e tradução de sermões.

Conforme a Sociedade Bíblica de Surdos, apenas 2% das pessoas surdas ao redor do mundo têm acesso aos Evangelhos em suas línguas de sinais.

Para o grupo, conhecer a Bíblia toda é importante para uma compreensão mais profunda das Escrituras. Daí a importância desse investimento para o projeto.

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) já foi oficializada como “segunda língua nacional” e tem ganhado destaque no novo governo graças à primeira-dama Michelle Bolsonaro, que desenvolve ministério com surdos na igreja evangélica que frequenta

Informações Renova Mídia

Discurso de Michelle Bolsonaro em Libras abre portas a comunidade surda

João de Deus deve seguir preso determina Raquel Dodge

Bolsonaro reafirma mudança na idade mínima para aposentadoria

 

Deixe uma resposta