Mesmo com boicote do Cinemark , Documentário do Brasil Paralelo já tem mais de 1,3 milhão de visualizações

O documentário “1964 – O Brasil entre armas e livros” já conta com mais de 1 milhão de visualizações menos de 24 horas após ter sido divulgado gratuitamente no YouTube.

A decisão da Cinemark de proibir a veiculação do documentário produzido pela mídia independente Brasil Paralelo acabou por impulsionar a peça.

Rotulando o Brasil Paralelo como uma iniciativa política, a gigante dos cinemas decidiu vetar a exibição do filme em suas salas. A repercussão foi imediata nas redes sociais. Uma hashtag pedindo o boicote da Cinemark viralizou rapidamente.

Precisando se adaptar ao cenário atual, o Brasil Paralelo decidiu lançar o documentário “1964 – O Brasil entre armas e livros” no YouTube. A decisão foi acertada. Como você pode ver abaixo, o vídeo já conta com mais de 1,3 milhão de visualizações.

Documentário do Brasil Paralelo já tem mais de 1,3 milhão de visualizações

 

Enquanto isso, no microblog Twitter, uma hashtag impulsionada em apoio ao documentário já é um dos assuntos mais comentados da plataforma.

MPF aponta risco de Temer fugir do país

Escola expõe criança a “doutrina LGBT” sem autorização dos Pais e leva processo

 

 

 

Deixe uma resposta