Bolsonaro assiste filme para surdos com Michelle e mídia diz que ele foi “pegar um cineminha”

Bolsonaro assiste filme para surdos com Michelle e mídia diz que ele foi “pegar um cineminha”

Michelle e Jair Bolsonaro foram ver um filme inclusivo para surdos. Pela primeira vez, mãe e filho surdos podiam ver um filme juntos. Bolsonaro chegou 9h, saiu 11h15. Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos foi uma das convidadas. Toda a mídia, em uníssono, como se fosse um único jornaleco de DCE com as mesmas palavras, disse que Bolsonaro, “em meio à crise”, foi pegar um cineminha.

Jornais “concorrentes” como Folha, Estadão, Istoé e Veja usam as mesmas palavras, com manchetes começando com “em meio à crise”, para tentar causar a impressão de que o casal Bolsonaro largou o país indo pro buraco para pegar um cineminha numa tarde romântica.

Nenhuma palavra sobre surdos. Nenhuma palavra sobre a tal inclusão, com a qual esses mesmos jornais tanto enchiam o saco até antes da posse e de descobrirem o que faz a primeira-dama. Nenhuma palavra sobre o belo gesto de acompanhar famílias de deficientes – e o trabalho de Michelle Bolsonaro, lindo e inatacável, bem melhor do que o glorioso trabalho de Marisa Letícia com panelas para o povo.

Info: Republica de Curitiba

Leia Mais:

Dilma passa vergonha em aeroporto de Madrid aos gritos de ‘bandida’

“Se quisesse matar não usaria faca”, declara Jean sobre atentado contra Bolsonaro

 

“O presidente não tem pulso para demitir e o ministro não tem vergonha na cara para demitir-se ” ataca Haddad

 

Deixe uma resposta