Alunos portando réplicas de airsoft causam pânico em universidade em Santos

Alunos entram com armas não letais em Universidade de Santos e causam pânico

Uma denúncia foi feita a polícia de Santos, após alguém relatar ter visto três alunos manuseando armas de fogo antes de entrarem em uma Universidade. A polícia foi até o local e encontrou três estudantes que realmente causaram pânico aos locais.

Ainda não se tem informação sobre a motivação, mas a polícia apreendeu dois dos três garotos que estavam armados com réplicas de airsoft. Vale lembrar que é proibido levar esse tipo de arma em locais públicos, por mais que somente atirem bolas de plásticos.

A arma de airsoft pode ser usada para causar pânico e realização de assaltos, uma vez que são extremamente semelhantes com as originais, apenas com um plástico laranja na ponta para a diferenciação.

O susto ocorreu no Centro Universitário São Judas, no Campus Unimonte e logo em seguida os dois já foram liberados. O boato havia se espalhado em grupos de WhatsApp e muitos estudantes saíram às pressas do local, quando souberam das armas.

Enquanto a notícia se espalhava, diversas classes da Universidade também trancaram suas salas, causando um pânico geral.

Portanto, os alunos que entraram com estas armas devem ser punidos pela própria Universidade.

Equipes de policiais foram deslocadas até o local e todas as armas foram apreendidas. A Polícia Militar afirmou que as armas só serão devolvidos quando os donos apresentarem a Nota Fiscal. O jovem que se diz dono das armas não tem antecedentes criminais.

O delegado explicou que a arma somente é utilizada para fins esportivos, por este motivo que houve a liberação dos jovens alunos.

Leia Mais:

Com Bolsonaro, Trump diz que avalia facilitar vistos para brasileiros

Advogado de Lula tenta desqualificar depoimento de Palocci toma invertida

“Andavam de mãos dadas com a corrupção” diz Bolsonaro sobre Lula e Dilma

 

Deixe uma resposta